Globalising the Iron Age of the Mediterranean

Research output: Contribution to journalArticle (Academic Journal)

4 Downloads (Pure)

Abstract

A Idade do Ferro Mediterrânea (c. 1200-600 AEC) foi um dos seus períodos mais dinâmicos. Embora não tenha sido a primeira era na qual seus habitantes trocaram bens, ideias, valores, costumes, práticas e tecnologias, a escala foi sem precedentes. Em grande parte, o período é caracterizado por assentamentos gregos e fenícios ao redor de todo o mar, facilitando uma comunicação frequente e ampla. O impacto a longo prazo foi a criação do primeiro período globalmente conectado do Mediterrâneo. Entretanto, uma era globalizada nem sempre foi a narrativa apresentada pelos estudiosos. O presente capítulo começa definindo globalização e avaliando oito tendências fundamentais que ocorrem na globalização contemporânea. Depois, ele esboça a Idade do Ferro Mediterrânea e a nossa história acadêmica na interpretação dos movimentos coloniais gregos e fenícios, de perspectivas colonialistas até pós-coloniais. Finalmente, ele explora como as teorias de globalização contemporâneas podem transformar a nossa compreensão desta época culturalmente complexa e socialmente vibrante.
Translated title of the contributionGlobalising the Iron Age of the Mediterranean
Original languagePortuguese
Pages (from-to)45-73
JournalHeródoto
Volume4
Issue number1
DOIs
Publication statusPublished - 12 Dec 2019

Projects

An Age of Luxury: from Assyria to Alexander

Hodos, T.

15/11/16 → …

Project: Consultancy

Cite this